quarta-feira, 7 de julho de 2010

Certo Dia Incerto...


Tentando organizar as idéias mas sem conseguir...
Andei pensando sobre uns assuntos estranhos, uns personagens estranhos de uma vida estranha com sentimentos estranhos e de atitudes não muito diferente.
Certo dia Certa Pessoa sentia certa vontade de se superar, ela colocou pra si certos objetivos e certas metas, eis que começaram a surgir certos obstaculos. Essa Certa Pessoa dizia que podia lidar com certas coisas, no ententando, certas coisas lhe consumiam, ele, então, começou a finjir ignorar certos obstáculos. Problema, parcialmente resolvido.
O tempo foi passando e Certa Pessoa não se deu conta de que ignorar certos problemas so faria com que os novos problemas se juntassem com os novos problemas, mas por que então Certa Pessoa não tentou resolver esses problemas passados? Eis a solução, tão simples, tão prático, então certos problemas voltaram à tona e Certa Pessoa tentou começar a resolver, mas ai, certas coisas não eram tão simples e fáceis de resolver, até por que a raíz de certos problemas vinha de muito tempo, mesmo assim, Certa Pessoa tentou e tentou e tentou resolver, alguns problemas a solução tinha sido encontrada, mas a teoria de certas coisas não condizem na prática, voltou então ao início de tudo, a bola de neve estava ali na sua frente, então o que fazer com ela? Enfrenta-la? Ou se jogar na frente? Perguntas difícies, quissa solução...
Confinado em pensamentos tortos que so lhe faziam querer pensar mais e mais sobre, o se jogar foi descartado, mas, o enfrentar também não estava sendo alcançado, então o que restou foi uma terceira alternativa, talvez até já tenha sido adotada outras vezes, desviar, esquivar e outros adjetivos com mesmo sinômimo.
Certa Pessoa, geralmente, perde o controle quando se depara com certas situações, algumas vezes certas atitudes foram feitas sem um certo controle, e pelo visto, Certa Pessoa nem sentiu remorso de tal coisa, pelo contrario, certa vez até afirmou que certas coisas foram propícias, mesmo Certa Pessoa sabendo que certa coisa não era legal... Certas pessoas não entenderiam nunca Certa Pessoa que vive a vida inteira tentando entender e não necessariamente conseguindo administrar certos problemas, é mais coerente e fácil classificar certas atitudes numa escala qualquer entre o certo e errado, ou melhor numa escala ascendente que se inicializa no erradinho e tem como topo erradíssimo, Certa Pessoa não acha certo certas atitudes, mas Certa Pessoa é um ser humano e pelo que parece, tem certos problemas dificílimos para serem resolvidos tão facilmente, não que todas as pessoas não tenham certos problemas, claro, todos tem certos problemas, mas, acontece que nem todas as pessoas tem dificuldade como Certa Pessoa tem de resolve-los.
Certa Pessoa sabe, mas talvez ainda falte um empurrão pra certa pessoa acordar.