quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

PAZ?!?!?!?!



O ser humano é um bicho estranho mesmo, vive desafiando si mesmo a todo tempo.

Recentemente, vi uma situação dessas de perto, na verdade, vejo a todo momento, mas, não me atingia diretamente.

Quando de repente, uma pessoa calma, amiga, forte, saudável, aparentemente não fazia mal a uma mosca, aposto até que se uma mosca precisasse de sua ajuda ele faria o possível para isso, não sendo hipócrita, claro, ele tinha seus defeitos, mas as qualidades sempre ultrapassaram as imperfeições.

Há algum tempo essa pessoa já vinha sendo avisada sobre como conter e se recuperar de certos problemas de saúde, mas tudo em vão... Todos os dias ele fazia tudo sempre igual como se quisesse romper os limites de sobrevivência e do real, como se quisesse com todas as forças desafiar a si mesmo, superar-se. Ou será que era tudo para esquecer o que se passava ou catalizar a auto-destruição!? Eu realmente não sei...

Talvez fosse, simplismente, o desejo real de viver e morrer desse jeito,não se preocupar com nada, um desejo "egoista" de certa forma, mas era essa a sua vontade, afinal, de ter vivido exatamente como queria e como pensava até o último milésimo de segundo, ter estado em paz consigo e ter tido a certeza de que cumpriu e fez tudo que ja se podia por aqui...

Mas e ai?! E eu? E nós? E todos que não conseguem acreditar que o tempo aqui ainda não foi o bastante? E todos nós que achamos e queremos mais um pouco dessa companhia? Então seriamos nós os egoístas dessa história?

Eu só sei que faz falta...